Artigos

Galaxy J2 Prime ou Moto G 3: com preço similar, celulares são rivais

O Galaxy J2 Prime e o Moto G 3 são dois aparelhos que tendem a atrair quem deseja pagar menos por intermediários. Com preços sugeridos de R$ 799 e de R$ 848, respectivamente, os modelos trazem telas de cinco polegadas, Android 6.0 (Marshmallow) e ficha técnica com processadores quad-core. Se você quer saber qual tem o melhor custo-benefício, confira este comparativo do TechTudo que levanta pontos que vão além do preço.

Galaxy J2 Prime ou Moto G 4 Play: compare a ficha técnica dos celulares

Design

O Galaxy J2 Prime chega com um visual bastante simples e característico da Samsung, feito em plástico. O aparelho conta com botão Home físico e bateria removível, ideal para quem gosta de ter a possibilidade de trocar o componente. Com medidas de 8,9 milímetros de espessura e peso de 160 gramas, o modelo pode ser encontrado nas cores preto, dourado e rosa.

Galaxy J2 Prime ou Moto G 3: confira qual celular se sai melhor no comparativo (Foto: Arte/TechTudo)Galaxy J2 Prime ou Moto G 3: confira qual celular se sai melhor no comparativo (Foto: Arte/TechTudo)

O Moto G 3 também é feito de plástico, mas o seu design é mais curvo e arredondado que o do Galaxy J2 Prime. O aparelho se diferencia do rival por trazer apenas botões virtuais na tela e ter alto falantes localizados na parte frontal. Com medidas de 11,6 mm e 155 gramas, é possível encontrá-lo apenas na cor preto e branca, mas há capinhas coloridas para a personalização.

O telefone da Lenovo tem ainda uma grande vantagem para o usuário: a resistência à água IPX7. Com essa proteção, o aparelho pode suportar a um mergulho de até um metro de profundidade por não mais que 30 minutos. Trata-se de algo interessante para quem trabalha em ambientes úmidos.

Moto G3 pode ser personalizado com capinhas coloridas e é resistente à água (Foto: Divulgação/Lenovo)Moto G3 pode ser personalizado com capinhas coloridas e é resistente à água (Foto: Divulgação/Lenovo)

Tela

Tanto o celular da Samsung como o da Lenovo chegam com displays de cinco polegadas, mas são os detalhes que decidem a disputa. O Galaxy J2 Prime tem 960 x 540 pixels de resolução e densidade de 220 ppi, considerada baixa. Enquanto isso, o Moto G 3 possui alta definição HD (720p) e densidade de 294 ppi, que se aproxima dos 300 ppi apontados como o mínimo ideal para o display de telefones.

Galaxy J2 Prime tem uma tela aquém do esperado para a faixa de preço (Foto: Divulgação/Samsung)Galaxy J2 Prime tem uma tela aquém do esperado para a faixa de preço (Foto: Divulgação/Samsung)

Em outras palavras, o usuário que optar pelo telefone da Lenovo deve ter uma experiência muito melhor ao assistir vídeos e jogar games, além de usar aplicativos no dia a dia. O Galaxy J2 Prime tem uma definição aquém da esperada para a sua faixa de preço e a Samsung não confirmou uma proteção para o vidro da tela, como a Gorilla Glass 3 presente no telefone no Moto G 3.

Câmera

O Galaxy J2 Prime possui uma câmera traseira com oito megapixels, abertura de f/2.2, Flash LED simples e gravação de vídeos em resolução HD (720p). Trata-se de um conjunto consideravelmente inferior aos 13 megapixels traseiros do Moto G 3, que conta ainda com abertura de f/2.0, flash LED duplo e gravação em Full HD (1080p). Portanto, se seu objetivo é capturar muitas fotos e vídeos — com qualidade —, o aparelho da Lenovo tende a ser a melhor opção.

Moto G 3 tem câmera traseira de 13 megapixels e gravação em Full HD (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Moto G 3 tem câmera traseira de 13 megapixels e gravação em Full HD (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

Partindo para selfies, o Galaxy J2 consegue se recuperar. Ambos os telefones trazem 5 megapixels frontais e abertura de f/2.2, porém o telefone da Samsung possui Flash LED frontal para ajudar na iluminação. Por outro lado, o Moto G 3 possui função HDR para melhorar o contraste das imagens também em fotos frontais.

Especificações

A Samsung equipou o Galaxy J2 Prime com um processador Mediatek MT6737T com quatro núcleos de 1,4 GHz, 1,5 GB de RAM e 8 GB de memória, expansível em 128 GB. Já o Moto G 3 possui um chip quad-core Snapdragon 410 com 1,4 GHz e versões com 1 GB de RAM e 8 GB internos ou 2 GB de RAM e 16 GB internos, ambos expansíveis em 32 GB.

No dia a dia, ambos os aparelhos tendem a oferecer bons resultados para tarefas leves, como aplicativos sociais e jogos mais casuais. Caso esteja procurando por mais potência, dê preferência à versão de 2 GB do Moto G 3. Além disso, pense bem se 8 GB de armazenamento interno serão suficientes para o seu dia a dia, considerando a quantidade de games que pretende instalar, fotos e vídeos a serem capturados, além de download de músicas para ouvir offline.

Os dois aparelhos contam ainda com conexão 4G, Wi-Fi, Bluetooth, Rádio FM e entrada para fones de ouvido (3,5 mm). Além disso, é possível usá-los com dois chips de operadoras, o que é ideal para quem gosta de economizar em chamadas. Para quem gosta de assistir novelas e jogos no caminho, é possível encontrar versões de ambos com TV Digital.

Galaxy J2 Prime tem processador MediaTek quad-core e 1,5 GB de RAM (Foto: Divulgação/Samsung)Galaxy J2 Prime tem processador MediaTek quad-core e 1,5 GB de RAM (Foto: Divulgação/Samsung)

Partindo para o sistema operacional, os dois têm suporte ao Android 6.0 (Marshmallow), sendo que é preciso atualizar o Moto G3 da versão 5.1.1. Para quem se importa com modificações, o sistema do telefone da Lenovo tende a ser mais limpo do que o concorrente da Samsung, que chega com apps e a interface TouchWiz de fábrica. Por fim, ambos devem ficar fora do update 7.0 (Nougat) por conta do hardware mais limitado.

No quesito bateria, o Galaxy J2 Prime larga na frente com um pouco mais de capacidade: 2600 mAh contra 2470 mAh do Moto G3. Ambos ficam devendo uma tecnologia de carregamento rápido, mas o telefone da Samsung pode compensar isso com a pilha removível que permite a utilização de um componente reserva.

saiba mais

  • Do Galaxy J2 ao Galaxy J2 Prime: conheça as diferenças e os preços
  • O Galaxy J2 é bom? Conheça vantagens e desvantagens do celular da Samsung
  • Celulares até R$ 999: conheça detalhes e preços dos mais buscados do Brasil

Conclusão

O fato de um aparelho ser mais antigo que o outro costuma levantar a desconfiança do consumidor. No entanto, o Moto G 3 (2015) consegue superar facilmente o seu rival ao trazer um conjunto mais poderoso de tela, câmera e até de desempenho. O único grande problema é a “aposentadoria” prematura, já que a Motorola já descartou o update para o Android 7. Embora o preço sugerido seja de R$ 848, já é possível encontrá-lo em promoções a partir de R$ 719.

Já o Galaxy J2 Prime tende a ser a melhor escolha para quem preza pela economia. Afinal, o aparelho já pode ser encontrado por R$ 598 em ofertas online, apesar do seu preço sugerido de R$ 799. Ou seja, se tem certeza que não sentirá falta da tela e câmera melhor do Moto G 3, o telefone da Samsung poderá atender bem às suas expectativas.

Caso ainda não tenha se decidido, dê uma olhada em outros aparelhos nessa faixa de preço. Algumas opções interessantes podem ser o Galaxy J5 , o Moto G 4 Play , o Quantum MUV, o LG K10 e o Zenfone 2 Laser . Confira ainda os comparativos e reviews do TechTudo desses e outros modelos para conhecer melhor essas alternativas.

Tabela comparativa entre Galaxy J2 Prime ou Moto G 3 (Foto: Arte/TechTudo)Tabela comparativa entre Galaxy J2 Prime ou Moto G 3 (Foto: Arte/TechTudo)

construtora

Comentar

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

  • BANENR_320_NOVO.jpg

Siga-me no Twitter

Google +

%d blogueiros gostam disto: